FORMADORA: Vânia Beliz | Psicóloga, Sexóloga, Doutoranda em Estudos da Criança

DATA: 21 de Junho de 2023
HORA: 17h30-19h00

Educar para a sexualidade impõe-se, hoje, como uma estratégia importante na educação para a saúde das crianças e jovens, prevenindo situações de risco como são exemplos: a violência sexual e de género, a gravidez não desejada, a transmissão das infeções sexualmente transmissíveis através da capacitação para escolhas mais saudáveis, responsáveis e gratificantes.

Num período de grandes mudanças sociais com a forte influencia dos média que condiciona a aprendizagem dos mais novos, importa esclarecer e informar contrariando, desta forma, os estereótipos da pornografia e da erotização precoce. Desta forma a abordagem aos novos relacionamentos precisa fazer-se tendo em conta um conjunto de estratégias que permitam a autonomia, mas também autoproteção.

Educar para a sexualidade não incentiva à prática sexual, capacita para escolhas mais felizes e responsáveis, tornando as crianças e os jovens mais informados, saudáveis e mais felizes consigo e nas relações que estabelecerão com os outros.

A formação é uma ferramenta importante ainda na capacitação dos profissionais de forma a que possam conhecer as orientações e temas previstos de acordo com as orientações nacionais. Obrigatória desde 1999 a educação para a sexualidade integra o eixo dos afetos e da sexualidade no Referencial de Educação para a Saúde do Ministério da educação e é um dos eixos da disciplina de cidadania e desenvolvimento.

 

INSCRIÇÕES
Consulte valores e condições de inscrição aqui.